Diretoria

MARIA LAURA BRUNO BENVENISTE
Diretora geral e artística

Bailarina, professora, coreógrafa e diretora, Maria Laura iniciou seus estudos de ballet clássico no Conservatório Musical de Jundiaí e no Instituto de

Orientação Artística, formando-se em 1962 com a professora Glória Rocha.
Concluiu os cursos de ballet clássico Mozart Xavier, pela PUCC – de Campinas, e em São Paulo os cursos com Ismael Guiser e Alina Biernacka, em 1977.

É responsável pelo curso de ballet clássico desde 1977 na Associação de Música Pio X.

Criou em 1988 a Emoção Cia. de Dança, mantendo este nome até 2005, quando passou a se chamar Cia. De Dança Pio X.

Participou do Festival de Dança de Joinville de 1992 a 1999, com oito coreografias premiadas.

Em Jundiaí/SP, participou durante 10 anos do Enredança III e IV com as seguintes coreografias:

“Combater o Bom Combate”, coreógrafo Paulo Corrêa com o prêmio “Melhor da Noite”, passando a participar desde então como “Aur Concours”; “Cinti-Lânsia” coreógrafa Lilia Shaw, “Água-Rea” coreógrafa Lilia Shaw, 3º lugar; “Golpe” coreógrafo Robson Lourenço, menção honrosa; “Águas Primaveris” remontagem Carlinhos Faustini. 1º lugar clássico de repertório e 3º lugar no evento; “Poing, Plaft, Splash, Perr” coreógrafo Carlinhos Faustini, 1º lugar Moderno e no evento e como melhor coreógrafo.

Participou também do Festival Enda por 5 anos com as coreografias ”Vivere” coreógrafo Sergio Bruno; “Passagens” coreógrafo Ronaldo Martins, obtendo classificação nas fases estadual e nacional; “ 3 Bruges” e “Água-Rela” coreógrafa Lilia Shaw (1º e 2º lugar respectivamente); “Golpe” coreógrafo Robson Lourenço (1º lugar).

Participou do filme “Sua Excelência o Candidato”, com coreografia de Maiza Tempesta, em1990.

De 1996 a 2007 participou do Mapa Cultural Paulista - Estado de São Paulo com as coreografias: “Cíntia-Lânsia” coreógrafa Lilia Shaw; sendo considerado um entre os cinco melhores do Estado de São Paulo; “Poing, Plaft, Splash, Perr coreógrafo Carlinhos Fasutini, o único grupo convidado para representar a cidade de Jundiaí; “Dança em Campos” 1º lugar; “13º Passo de Arte” em Indaiatuba SP, “Modern Índia” 2º lugar; “Campinas em Dança”, “Raizeasa” 2º lugar; “Valinhos em Dança”, “Raizeasa” 2º lugar,” MAPA CULTURAL PAULISTA 2009, 2º lugar Contemporâneo Adulto – Catarse.


JAMILE MIRABELLI

Coordenadora artística

Formada em ballet clássico pelo método Vaganova (escola russa), teve como professores Maria Laura Bruno Benveniste, a polonesa Halina Biernacka e o professor Sérgio Bruno.

Iniciou seus estudos em Ballet Clássico no ano de 1984, na sociedade de música Pio X, trabalhou com renomados coreógrafos como; Serguei Grumov (primeiro bailarino do Ballet Bolshoi da época), Galina Cranchkencko, Boris Stirojokov, Lilia Shaw e Robson Lourenço (atuaram como bailarinos do Ballet da Cidade de São Paulo), Ronaldo Martins, Ricardo Ordonez (Diretor do Ballet Stagium) e Ricardo Scheir (Diretor e coreógrafo do Pavilhão D).

Cursou a oficina de Ballet Clássico sob Metodologia Russa ministrada pelo professor Serguei Grumov, através da Escola de Ballet Halina Biernacka, Projeto Intercultural de Dança Brasil-Russia-Polonia em 1997.

No Studio de Dança Pio X, dançou pela Emoção Cia de Dança.

Dançou pelo Grupo de Dança “Ballet Clássico de São Paulo” de 1992 a 1998, onde interpretou diversos Repertórios.

Trabalhou como bailarina em shows para a dupla Sandy e Junior, Vanessa Camargo, Saloon do Hopi Hari e na companhia de dança contemporânea Ballet Stagium – SP.

De 2001 à 2016 participou como bailarina, coreógrafa e diretora artística em renomados Festivais de Dança a nível nacional e internacional, como:

  • Festival de Dança de Joinville
  • II Encuentro Latino Americano de Coreógrafos Buenos Aires (Argentina)
  • II Festival de Dança de Assunção (Paraguai)
  • ENDA Encontro Nacional de Dança
  • Festidança - São José dos Campos
  • Bravos Petite Danseu
  • Bravos Premiére
  • Bravos Excelence
  • Passo de Arte Indaiatuba
  • CBDD Rio de Janeiro
  • Festival de Danças do Mercosul – Argentina
  • Seminário Internacional de Dança de Brasília
  • Festival Internacional de Dança de Cabo Frio – Rio de Janeiro
  • Youth America Grand Prix
  • Pré-seleção do Prix de Lausanne
Recebeu prêmio como melhor bailarina no XVII Enredança 2003, melhor bailarina no II Encuentro Latino Americano de Intérpretes e Coreógrafos na Argentina, e 1º lugar no Festival de Dança de Joinville no ano de 2001 e 2002, além de várias premiações como melhor coreógrafa em competições nacionais e internacionais.

Foi fundadora da Escola de Ballet DAC, onde atuou como diretora, coreógrafa e professora de Ballet Classico, Ballet de Repertório de 2000 a 2016, e inaugurou o núcleo de Dança contemporânea em 2011, participando da Virada Cultural e espetáculos particulares.

Em 2017, Jamile Mirabelli fez uma parceria com o Studio de Dança Pio X, atuando como professora, coordenadora, auxiliando na direção e produzindo espetáculos.


MÁRCIA REGINA WINDLIN GARCIA

Assistente de direção e secretária

Formada em Administração de Empresas, trabalha no Studio de Dança Pio X desde 2006.

Coordena ações pertinentes aos alunos e professores, responsável pela parte financeira e demais rotinas administrativas.

Receba novidades